Financiamento imobiliário para autônomos é possível? Saiba como

As instituições financeiras têm meios de avaliar a possibilidade de aprovar o financiamento imobiliário solicitado por um trabalhador autônomo.


O fato é que existem várias formas de um trabalhador informal comprovar seus ganhos e ter seu pedido de crédito aprovado. Aliás, sem uma comprovação de renda, fica impossível conseguir um financiamento. Se o solicitante conseguir essa comprovação, certamente, conseguirá seu objetivo, e o melhor: com boas condições propostas pela instituição, como juros mais em conta e flexibilização de prazos.



Confira quais são os documentos comprobatórios de renda solicitados pelos bancos


A mais importante, além do CPF, é a de avaliar a capacidade do trabalhador de honrar a dívida. Esse é o momento em que são solicitados comprovantes de renda mensal.


Veja os solicitados no caso de trabalhador autônomo:


Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore)

Trata-se de um documento que comprova os rendimentos de profissionais liberais, autônomos e microempresários. O Decore foi criado, justamente, para atestar os rendimentos desses profissionais.


Extratos bancários

Um dos comprovantes de renda muito utilizados por quem deseja entrar em um financiamento é o extrato bancário. Por intermédio desse documento, é possível avaliar o saldo médio de sua conta bancária. O extrato é aceito pela maioria das instituições financeiras.


Declaração de Imposto de Renda (IR)

A declaração de Imposto de Renda à Receita Federal é outra forma de comprovar os rendimentos no financiamento imobiliário para autônomos. Esse documento deve seguir com o recibo — atestando a entrega da declaração anual ao Fisco.


Recibo de Pagamento de Autônomo (RPA)

O Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) serve, também, como comprovante de rendimentos oriundos do trabalho informal. Por meio desse documento, geralmente emitido por pessoa física, fica comprovada a prestação de alguma atividade remuneratória, que pode ser tanto para pessoa física quanto para empresas.


Formalização de empresa para empreendedores

Para quem é empreendedor e já tem certa estabilidade de rendimentos mensais, formalizar o negócio por meio do cadastro de Microempreendedor Individual (MEI) e obter uma renda registrada por Nota Fiscal facilitará muito o processo. Vale lembrar que a formalização do seu negócio por intermédio do MEI traz benefícios, como o INSS. Para isso, basta pagar uma taxa mensal muito em conta.


Como você conferiu neste conteúdo, é possível, sim, o financiamento imobiliário para autônomos. Para isso, basta ter os documentos citados que comprovem uma renda viável para a aprovação do crédito.


Se você tem alguma dúvida sobre financiamento imobiliário fale com um dos nossos corretores.

Teremos o prazer de atender você!

 
232094115287057