Concessão de crédito imobiliário mais que dobrou em 2020

Em um ano marcado pela retração econômica global causada pela pandemia da covid-19Concessão de crédito imobiliário mais que dobrou em 2020, a Caixa voltou a superar a marca anterior em termos de concessão de crédito imobiliário. O banco estatal divulgou, no dia 25 de fevereiro, o resultado da sua carteira de financiamento habitacional em 2020: foram concedidos R$ 509,8 bilhões para pessoas adquirirem imóveis, superando os R$ 465,1 bi financiados em 2019.


A Caixa continua sendo o maior financiador da casa própria no país, embora sua

participação tenha diminuído de 69,2%, patamar atingido em 2019, para os 68,8% com que fechou o ano passado. As contratações de crédito imobiliário com recursos da poupança (SBPE) evoluíram de R$ 26,6 bi para R$ 53,7 bi em 2020 – repetindo o crescimento superior a 100% que já tinha sido registrado entre 2018, quando foram concedidos R$ 13,5 bi, e 2019. Pouco mais de 52,6 mil unidades habitacionais de interesse social foram entregues a famílias com renda mensal de até R$ 1.800,00, beneficiando a cerca de 210,3 mil pessoas. Além disso, o banco estima que a construção de 2,3 mil novos empreendimentos – o que totaliza 286,3 mil novas unidades habitacionais – possibilitou a geração de cerca de 1,9 milhão de empregos diretos e indiretos.


Devido ao impacto financeiros da pandemia no orçamento de muitas famílias que financiaram seus imóveis com a Caixa, o banco ofereceu a possibilidade destes clientes negociarem uma pausa do pagamento das parcelas dos contratos habitacionais. Cerca de 2,53 milhões de contratantes foram beneficiados pela medida, que ajudou a reduzir o índice de inadimplência da carteira habitacional para pessoa física, que encerrou o ano passado em 1,28%.

 
232094115287057